Siga-nos no Facebook

  • w-facebook

Copyright ©: Los autores

                            Reconocimiento – NoComercial – SinObraDerivada (by-nc-nd)

Este documento está sujeto a una licencia de uso Creative Commons 

Atlas de Anatomia Veterinária

Área de estudo

A área de estudo encontra-se no “Vale do Javarí” (rio Javarí-Mirim). Essa zona é uma vasta extensão territorial situada entre as bacias hidrográficas Amazonas, “Ucayali” e “Javarí”, Peru. A fauna da região caracteriza-se por sua enorme diversidade. Nessa região foi registrado um total de 500 espécies de peixes, 115 de anfíbios, 100 de répteis, 550 de aves e 150 de mamíferos. A diversidade de mamíferos poderia ser considerada uma das maiores do planeta. Destaca-se a presença de 14 espécies de primatas e populações abundantes de 27 espécies ameaçadas em nível global, tais como o uacari, a ariranha e o tatu.

 

Numerosos assentamentos estabelecidos na região durante as últimas quatro décadas foram abandonados por causa da presença de malária e o acesso difícil aos mercados Letícia e Iquitos. A comunidade de “Nueva Esperanza”, comunidade indígena “Yagua” com 307 habitantes, situada no rio “Javarí Mirim” (19171481 E; 9521036 N), é o assentamento mais povoado da área. A população humana do “Javarí Mirim” baseia sua economia na agricultura e caça de subsistência, pesca e venda carne procedente da fauna silvestre e peles (principalmente de caititus). Nos últimos anos tem se intensificado as atividades extrativas da madeira, que estão ameaçando a biodiversidade da região e modificam os costumes locais de suas populações. O incremento das populações humanas, o crescimento das atividades extrativas, os projetos agropecuários inadequados ao ecossistema e a invasão cultural estão ameaçando a biodiversidade da região amazônica (incluindo a diversidade cultural).

 

Em todos os momentos a comunidade mostrou vontade de participar do nosso grupo de trabalho em ações de conservação e manejo de recursos naturais, que ajudassem a melhorar a qualidade de vida no futuro.