Siga-nos no Facebook

  • w-facebook

Copyright ©: Los autores

                            Reconocimiento – NoComercial – SinObraDerivada (by-nc-nd)

Este documento está sujeto a una licencia de uso Creative Commons 

Atlas de Anatomia Veterinária

Músculos da laringe

Índice de imagens

A laringe, que está suspensa a partir da base do crânio por meio do hioide, situa-se ventralmente à faringe e caudalmente à mandíbula (Figuras 1.12, 1.23, 1.24, 1.29, 2.44). Os músculos laríngeos estão dispostos unindo as cartilagens da laringe e agem provocando movimentos entre eles e modificando dessa forma as características da cavidade da laringe e de suas paredes. Derivam do arco faríngeo IV e são inervados pelos nervos laríngicos cranial e caudal, que são ramos do nervo vago.

M. cricotireoideo (Figuras 1.29, 1.30)
Origina-se na parte caudal da lâmina da tireoide e se insere no arco da cartilagem cricoide.
Função: Sua contração inclina caudalmente a lâmina do cricoide, que tensiona as pregas vocais.
Inervação: Ramo externo do nervo laríngeo cranial.

M. cricoaritenoideo dorsal (Figuras 1.30, 1.31, 1.34)
Origina-se na lâmina da cartilagem cricoide e se insere no processo muscular da cartilagem aritenoide.
Função: É um dilatador da glote.
Inervação: Nervo laríngeo caudal.


M. cricoaritenoideo lateral (Figuras 1.31, 1.321.33)
Origina-se no arco da cartilagem cricoide e se insere no processo muscular da aritenoide.
Função: É um adutor da glote.
Inervação: Nervo laríngeo caudal.

M. tireoaritenoideo (Figura 1.31)
Origina-se na parte ventral da cartilagem tireoide e se insere no processo muscular da cartilagem aritenoide.
Função: Ajusta a tensão das pregas vocais e contribui para fechar a glote.
Inervação: Nervo laríngeo caudal.

M. vocal (Figuras 1.32, 1.33
Origina-se na parte ventral da cartilagem tireoide e se insere no processo vocal da aritenoide.
Função: Ajusta a tensão das pregas vocais.
Inervação: Nervo laríngeo caudal.

M. ventricular (Figuras 1.31, 1.33)
Origina-se no processo cuneiforme da cartilagem aritenoide e se insere na cartilagem interaritenoidea, onde se une ao músculo contralateral.
Função: Contribui para fechar a glote.
Inervação: Nervo laríngeo caudal.

M. aritenoideo transverso (Figuras 1.31, 1.34)
Origina-se no processo muscular da cartilagem aritenoide e se insere na cartilagem interaritenoidea, onde se une ao músculo contralateral.
Função: Contribui para fechar a glote.
Inervação: Nervo laríngeo caudal.

M. hioepiglótico (Figura 1.35)
Origina-se no ceratohioide e se insere na epiglote.
Função: Direciona a epiglote ventralmente.
Inervação: Nervo laríngeo caudal.

Músculos da laringe

M. cricotireoideo (Fig. 1.29, 1.30)

M. cricoaritenoideo dorsal (Fig. 1.30, 1.31, 1.34)

M. cricoaritenoideo lateral (Fig. 1.31, 1.33)

M. vocal (Fig. 1.32, 1.33)

M. ventricular (Fig. 1.31, 1.33)

M. aritenoideo transverso (Fig. 1.31, 1.34)

M. hioepiglótico (Fig. 1.35)